14 de janeiro de 2011

Luto!


o homem e a natureza
choram cada um
 a seu modo
 a sua destruição


Meu pesar e minhas lágrimas pelo desastre das águas no Rio de Janeiro.
Quantas vidas mais perderemos pela falta de consciência politica e ecológica?

5 comentários:

Malu disse...

Todos nós, minha querida amiga, estamos enlutados...
Uma dor que só quem está passando por ela pode realmente saber.
Nós nos resignamos.
Um abraço cheio de pAZ para ti

Nilson Vellazquez disse...

Não acho que a falta de "consciência política" seja protagonista desses desastres. Eles foram naturais, e o processo de ocupação ilegal no Brasil é histórico. Resta a nós pensar no futuro. Resta a nós reequilibrarmos as vidas das pessoas, e pensarmos duma forma mais profunda como melhorarmos as condições de vida do povo. E dessa forma, é preciso pensar sim em condições de moradia mais dignas.

Um abraço!

Drika disse...

Olá... realmente homem e natureza sofrem, ambos a seu modo. Aqui em SC muitas cidades estão agora passando por isso tbm... é lamentável.

Um abraço...

ju rigoni disse...

Ah, Paulinha, até quando?...

Mas hoje, aqui, não quero falar sobre o que dói, não. Vou falar com você dessa esperança, que é, talvez, a única sobrevivente em meio a tragédias - que, se não evitadas, pelo menos poderiam ser amenizadas, por algum esforço do poder. O filme, a gente sabe, é triste e já anda desbotando de tão antigo...

Nesse meu retorno, em passos lentos, à blogosfera, quero desejar a você saúde e boas realizações em 2011.

Um beijo, Paula. Inté!

Anônimo disse...

Realmente uma triste calamidade... Mas a força do povo em reerguer todo aquele local é maior que tudo... Thiara