12 de agosto de 2009

ñ fuja é regra!




"O correr da vida embrulha tudo.
A vida é assim: esquenta e esfria,
aperta e daí afrouxa,
sossega e depois desinquieta.
O que ela quer da gente é coragem" (João Guimarães Rosa)


"Mas quantas vezes coragem temos e dela nos afastamos
deixando o sonho escorrer por entre os dedos
vivendo sem viver
se a vida esquenta e esfria
construa um casebre com lareira na beira do rio
para que possas esquentar-se e refrescar-se
a depender do clima que te projeta o viver
no aperta e afrouxa o aprendizado do alívio
mas qual vantagem teria viver sempre folgado
se o outro lado desconhecer
e saber-se constante
imutável
qual o sentido do viver
quão doce é contemplar o sono da criança
sua calmaria tranquila
que tranquiliza e sossega
para no instante vindouro
seu excesso de vida fazê-la desinquieta
se o contrário fosse estaria desfigurada a criança
como estaria desfigurado o viver"
Paula Ivony Laranjeira


"O mais importante e bonito do mundo é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, mas que elas vão sempre mudando." (João Guimarães Rosa)


"Somos uma eterna metamorfose
disforme
biforme
que enforma e desenforma
a depender da forma
nesse exato instante
fujo da regra
do ponto
do encontro
e faço do desencontro
minha vida
meu constante aprendizado
no risco
no rabisco
do bicho esquisito
que sai da forma."
Paula Ivony Laranjeira


6 comentários:

Filipe M. Vasconcelos disse...

Que belos poemas Paula.. interessante o seu jeito de escrever, organizar palavras... Confesso ter gostado mais ainda do aspecto "metamorfose" da vida, abordado no segundo poema.. Parabéns pela qualidade poética de seus escritos...
Um beijo!

O Profeta disse...

Ah mas esta calmaria aprisionada
Sobe ao celeste um frio arrepio
Entre o mar e as negras pedras
Vive um coração de onde escorre um rio
Onde moram sereias douradas
Onde os peixes falam de amor
Onde as pedras são felizes
Onde as águas lavam o rancor


Boa fim de semana


Doce beijo

AC Rangel disse...

Paula, para desatar os nós, e eles têm de ser desatados, é preciso coragem. E atrvimento.
Beijo

Renata Belmonte disse...

Estou na sua torcida, Paula! Parabéns pelo trabalho!
Beijos

Letícia disse...

Aii que lindoooo *-*. Caraa, amei demais seu blog. Seu trabalho é ótimo. Parabéns.

Stella Tavares disse...

De uma sonora beleza. Na dança das palavras vai-se criando os sons e o movimento. Adorei!
bjs